Mulheres africanas e feminismo. / Autora: OYÊWÙMÍ, Oyèrónké.

R$ 120,00
ou 12 x R$ 11,70
. Comprar  
A relação entre as mulheres africanas e o feminismo é controversa. Enraizado nessa conexão está o debate para saber se o conceito de sororidade – mantra que pressupõe uma opressão comum a todas as mulheres e abarca relações feministas internacionais/transculturais – representa, simbólica e funcionalmente, as mulheres africanas. As colaborações deste livro abordam o discurso global sobre as mulheres tal como articulado pelas feministas ocidentais e analisam as questões levantadas pela interpretação equivocada que feministas norte-americanas, negras e brancas, fazem de mulheres africanas. As implicações do predomínio de homens e mulheres ocidentais na produção de conhecimento sobre a África também são discutidas.


Oyèrónké Oywùmí é socióloga nigeriana de origem iorubá, e tem se dedicado com notável destaque a pesquisas interdisciplinares, associando estudos de gênero, sociologia do conhecimento e perspectivas africanas. Estudou nas universidades de Ibadan (Nigéria) e Berkeley (Califórnia, EUA). A invenção das mulheres é o primeiro livro que publicou, em 1997, nos Estados Unidos, resultado de sua tese de doutorado. A obra se tornou rapidamente uma referência e foi reconhecida por importantes prêmios, como o da Associação Americana de Sociologia. O mérito de suas pesquisas garantiu-lhe o financiamento de importantes agências como a Fundação Rockefeller, a Agência Presidencial Estadunidense e a Fundação Ford. Atualmente é professora da Stony Brook University (EUA).

 
------------------------------------------
Veja também:

A Invenção das Mulheres
• Prazo para postagem:
Veja também