PET / Autore: EMEZI, Akwaeke

R$ 49,90
ou 9 x R$ 6,26
. Comprar  
Em PET, personagens diversos vivem uma história fantástica incrível.

 
“Não era mais para haver monstros em Lucille”. Assim começa a história de Chimia uma adolescente trans, e seu melhor amigo Redenção. Em Lucille, a história que as crianças aprendem na escola e em casa é que os anjos expulsaram todos os monstros da cidade, e não há nada mais motivo para ter medo. Elas aprendem que lembrar é importante, porque é esquecendo que os monstros voltam. Mas será que lembrar é o mesmo que contar uma história só até certo ponto, recusando outras possibilidades? Porque se não existem mais monstros em Lucille, então por que Pet – um… monstro? Anjo? Monstranjo? – saiu de um quadro pintado pela mãe de Chimia, dizendo que estava ali para caçar um monstro na casa de Redenção? Agora, Chimia e o amigo enfrentam um dilema: como combater monstros se as pessoas não admitem que eles existem? Com seu habitual jeito sensível e direto de olhar para as coisas, Akwaeke Emezi e suas personagens perguntam: quem são os monstros, afinal?

Com sua estreia no mundo dos livros young adult, PET, u autore trans/não-binário Akwaeke Emezi escreve um livro que, segundo elu, gostaria de ter lido quando era mais nove, mas que pode interessar a leitores de todas as idades.



Akwaeke Emezi
Nasceu em 1987, na Nigéria, em Umuahia, mas cresceu em Aba. Atualmente vive nos Estados Unidos. Em 2017, recebeu uma bolsa do “Global Arts Fund”para realizar a videoarte de seu projeto The Unblinding, e uma bolsa “Sozopol Fellowship for Creative Nonfiction”.
Akwaeke identifica-se como Ogbanje, palavra da cultura Igbo que significa um espírito intruso que nasce em uma forma humana, e que resultaria em uma criança com um terceiro gênero. Traduzindo isto para sua realidade terrena, Akwaeke nasceu em um corpo feminino, mas não é mulher, identificando-se como trans e utilizando pronomes neutros para se referir a si. No texto “Transition: My surgeries were a bridge across realities, a spirit customizing its vessel to reflect its nature”, publicado no site The Cut, Akwaeke fala de suas cirurgias e experiências para adequar seu espírito à realidade física.


 

-------------------------------------------------------------------

  Veja também neste site outra obra desta mesma autora:
"Água Doce"

 

• Prazo para postagem:
Veja também