Quem Pode Acalmar Esse Redemoinho de Ser Mulher Preta?/ SOUZA, E.

R$ 45,00
ou 9 x R$ 5,65
. Comprar  
Edição bilíngue português/ inglês em comemoração aos 20 anos de trajetória literária da autora Elizandra Souza. Este é o seu terceiro livro de poesias, que contém 50 poemas e um redemoinho, textos estes que foram produzidas ao longo de 8 anos, desde a sua última publicação de poemas Águas da Cabaça (2012).
A obra conta a trajetória poética da autora a partir de poemas inéditos e alguns que já foram publicados em diferentes momentos, como também há uma  conexão com autoras e autores pretos, além da própria ancestralidade, em divisões como “Poemas de Asé, Poemas de Orí, Poemas de Ifé, Poemas de Oyin, Poemas de Revolução e Redemoinhos”. O livro destaca, em uma linha do tempo, as vivências com literatura, jornalismo cultural e educação de Elizandra Souza.


Elizandra Souza é escritora, poeta, editora, jornalista e técnica em Comunicação Visual. É ativista cultural há 20 anos com ênfase na difusão do jornalismo cultural da Periferia e da Literatura Negra Feminina.  Integrante do Sarau das Pretas desde 2016. Autora dos livros: Filha do Fogo: 12 contos de amor e cura (2020), Águas da Cabaça (2012) e Punga co-autoria Akins Kintê, Edições Toró (2007). Editora dos livros do Coletivo Mjiba: Pretextos de Mulheres Negras (2013), Terra Fértil (2014) e Literatura Negra Feminina – Poemas de Sobre (Vivências) (2021). Coorganizadora Narrativas Pretas – Antologia Poética do Sarau das Pretas (2020). 


Organização: Elizandra Souza
Projeto Gráfico: Silvana Martins
Ilustrações: Carolina Tiemi Takiya – Carolina Itzá
Revisão: Luciana Sacramento Moreno Gonçalves
Título em inglês: Who can calm this whirlwind of being a black woman?
Tradução: Luana Moreira Reis
Prefácio em português: Mel Duarte
Prefácio em inglês: Christen Smith

 
• Prazo para postagem:
Veja também